Mês dos Professores BrELT com Catarina Pontes & Carla Arena

O Mês dos Professores BrELT fecha hoje com chave de ouro. Catarina Pontes, da Cultura Inglesa São Paulo, e Carla Arena, da Casa Thomas Jefferson de Brasília, são dois nomes de tamanho vulto no ELT brasileiro que praticamente dispensam apresentações. Vê-las na BrELT é perceber a relevância que a comunidade tem tomado no panorama de ensino de inglês no Brasil. Afinal, dize-me quem te curte, que te direi quem és!

 TEACHER_MONTH_2015_ca_cp

1. Em que contextos vocês atuam?

Catarina Pontes: Trabalho como teacher trainer e course designer na Cultura Inglesa São Paulo.

Carla Arena: Sou professora de inglês na Casa Thomas Jefferson, coordenadora do Departamento de Inovação e Tecnologias, moderadora online, voluntária em projetos de inclusão digital, líder do grupo de Educadores Google de Brasília e Presidente do BrazTesol Brasília.

2. O que motivou vocês a seguirem carreira no ensino de inglês?

Catarina PontesConfesso que ser professora de inglês não foi minha primeira opção profissional, mas me apaixonei pela profissão bem no começo da carreira. Ver o progresso dos alunos com o passar das aulas é extremamente satisfatório e compensador.

Carla ArenaLarguei emprego estável como funcionária pública em um órgão do governo federal no dia que pisei em sala de aula. Pedi minha carta de exoneração porque percebi que queria contribuir para o crescimento dos outros, queria compartilhar o que sabia, e sempre amei o fato da gente trabalhar duro e ver o resultado de nosso esforço. Sempre amei inglês e hoje ensino na instituição que é parte da minha vida desde os 8 anos de idade.

3. Como foi sua trajetória profissional?

Catarina Pontes: Antes de ser Coordenadora Acadêmica na Cultura Inglesa São Paulo, estive em sala de aula por quase dez anos e atuei também na área administrativa em algumas de nossas filiais, mas nunca saí da sala de aula – nem como professora, nem como aluna. Acredito que essa seja a característica de um professor verdadeiramente preocupado com ensino e aprendizagem: estar sempre no papel de aluno.

Carla ArenaEntrei no curso de Relações Internacionais para me tornar diplomata. Estagiei no Itamaraty, me desiludi. E como brasiliense, meu caminho já parecia ter sido traçado, tornar-me funcionária pública. Uma tradição local e familiar também. Passei em alguns concursos, trabalhei como funcionária pública, mas era inquieta. Sabia que não poderia parar por lá. Comecei a fazer um curso de desenvolvimento profissional oferecido pela Casa Thomas Jefferson em Brasília para continuar em contato com a língua, mas acabei parando na sala de aula e de lá nunca mais saí. Alguns me chamaram de louca, outros não entenderam, mas nunca olhei para trás. Faço o que amo. Depois, na minha jornada, encontrei a minha tribo ed tech, me especializei na área. Estou em constante aperfeiçoamento para me manter atual. E assim foi minha jornada. Hoje, tenho o prazer de ajudar outros professores de trabalhar como voluntária na capacitação para o letramento digital, e estou sempre em projetos colaborativos com colegas e alunos. Isso é o que me move. Quero poder deixar minha contribuição na educação.

4. Por que vocês participam da BrELT? No que a BrELT auxilia/auxiliou na sua formação profissional?

Catarina PontesAcho extremamente importante existir um espaço em que professores possam contribuir, compartilhar e interagir com o fim de fortalecer a profissão e ajudar tanto profissionais que estejam ingressando na área quanto os que já estão lecionando há mais tempo.

Carla Arena: A BrELT é um movimento de conexão e aprendizado para professores brasileiros. Faltava esse espaço para a gente, com temas que são super relevantes e precisam ser compartilhados e discutidos pela comunidade educacional.

Queria ser mais ativa na BrELT, mas estou sempre acompanhando de longe as discussões. Os tópicos que o pessoal aborda me levam a procurar mais informações. O que aprendo com o pessoal posso levar e aplicar no meu dia a dia.

6. Há alguma mensagem que vocês queiram deixar aos membros da comunidade?

Carla ArenaVocês são guerreiros, mantém a comunidade ativa, buscam inovar, trazem temas relevantes para a nossa área. Parabéns, pessoal.

*************************************************

Energizados assim nos 220V dessas profissionais (no caso da Carla Arena, movido a muito café!) e de todos os demais entrevistados (Eduardo Zito & Virginia BorgesDanúbia Galvão & Viviane Kirmeliene; Ilá Coimbra & Natália PinhoWill Eduardo & Stephan HughesTati Casoria & Silvia GubertAislan Ferreira & Rob HowardJoyce Fetterman & Andreia MacambiraGraeme Hodgson & Isabela Villas BoasBruno Coriolano & Bruna CaltabianoAna Maria Menezes & Roseli SerraMarina Macedo & Ricardo Barros) e muito gratos a todos que participaram e participam, encerramos nossas entrevistas em homenagem ao dia dos professores 2015, mas mantemos o trabalho com garra renovada. Afinal, com os BrELTers não tem isso de novembrite, não! Vêm ainda webinars e BrELT chats por aí, assim como o sharing e caring de sempre. Até logo, pessoALL! 😀

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s