Entrevista Benélia Silva – Bolsa Fulbright/CAPES

Benélia Silva é uma professora de escola pública que conseguiu a chance que muitos professores sonham de estudar em uma universidade americana. Nessa entrevista, a BrELTer conta mais sobre a bolsa que a ajudou a realizar esse sonho, o PDPI, Programa de Desenvolvimento para Professores de Inglês, da Fulbright em parceria com a CAPES.

  1. Gostaríamos de saber um pouco mais de você como professora. Em que contexto(s) você atua hoje?

Eu me formei em Letras (Português/Inglês) em 2009 e no ano seguinte ingressei como professora na prefeitura de São Paulo. Desde então ensino Português e Inglês em escolas da região de Guaianases na zona leste. Aqui temos Inglês a partir do 1º ano do Ensino fundamental desde 2012. Atualmente leciono para as turmas de 1°, 2º e 3º anos na EMEF Profª Idêmia de Godoy. Também faço parte do grupo de trabalho que discute o novo currículo de Inglês da cidade de São Paulo, neste momento estamos trabalhando na adequação do nosso currículo à BNCC.

  1. Você poderia falar um pouco mais dessa bolsa para quem não a conhece?

O Programa de Desenvolvimento para Professores de Inglês (PDPI) é uma bolsa de intercâmbio de 6 semanas em uma universidade americana oferecido Comissão Fulbright em parceria com a CAPES. Ele é exclusivo para professores de escolas públicas e tem o objetivo de oferecer aprimoramento linguístico e de metodologia de ensino de Inglês como língua adicional. O programa oferece o curso, alojamento na universidade, material didático, passeios, além dos custos com passagens aéreas, traslados e visto.

O curso é dividido em três tipos de acordo com  a nota obtida no TOELF ITP: Intermediário I (entre 450 e 499), Intermediário II (500 a 549) e Metodologia (550 ou superior).

  1. Como foi o processo seletivo? Foi muito trabalhoso e custoso?

Não há custos para o processo seletivo. Você precisa ser professor concursado de escola pública. Neste edital eles permitiram a inscrição de quem está no período probatório, diferentemente das edições anteriores. A inscrição é simples, feita no site da fulbright. É só preencher os dados e fazer o upload de cópias dos documentos em formato JPG. São eles: RG, passaporte (válido pelo menos menos até 2019), declaração do diretor ( modelo no edital) e página do diário oficial com a nomeação do diretor.

Após a confirmação da inscrição, você poderá agendar o teste de proficiência do TOEFL ITP gratuitamente. Os exames normalmente são realizados em universidades federais, Institutos Federais de Tecnologias ou aqui em São Paulo nas Fatecs. O exame consiste na proficiência de escuta e leitura.

  1. Como foi a experiência numa universidade americana?

Eu estudei na universidade Loyola em Chicago no estado de Illinois. Eu e os outros bolsistas fomos recebidos no aeroporto pela coordenadora do curso que nos levou para almoçar e conhecer o campus da universidade. Como fui classificada para o Intermediário I, frequentei as aulas de Listening/Speaking, Writing e Reading além dos  workshops de metodologia.  As aulas foram ótimas pois os professores são altamente qualificados. Além disso, foi uma experiência muito enriquecedora estudar com pessoas do mundo inteiro!  

No campus da universidade há diversas atividades e espaços culturais e esportivos. Eu ia às sessões de cinema todas as quintas-feiras.

Sem contar que tivemos a oportunidade de conhecer escolas públicas e projetos sociais na cidade. Além de visitas guiadas a museus e, é claro, assistir uma partida de basquete do Chicago Bulls. Foi maravilhoso!

  1. Em que sentido você considera que a bolsa impactou sua carreira?

O PDPI foi um divisor de águas para mim. As ELS classes me ajudaram muito a melhorar minha proficiência apesar de 6 semanas ser um tempo relativamente curto.

No que se refere a minha prática em sala de aula,  eu acredito que trouxe muitas ideias e principalmente a importância de refletir sobre a minha ação em sala de aula. Eu observava as estratégias que os professores usavam.Eles trabalham com habilidades integradas apesar de haver turmas específicas para Writing, Reading, por exemplo. O mais importante foi perceber que podemos ser pesquisadores da nossa prática. Agora meu meu plano/sonho é fazer mestrado na Inglaterra!

  1. Gostaria de deixar um recado para os BrELTers que querem se inscrever para o PDPI?

Ousem mais! Se inscrevam em todos os processos seletivos de bolsa que tiverem oportunidade. Um hora vai rolar e será uma experiência sem igual tanto no campo profissional como pessoal. Boa sorte a todos!

Para todos que se inspiraram na história da Benélia, as inscrições para o PDPI estão abertas no site http://fulbright.org.br/edital/pdpi-professores-de-inlges/. Não percam essa oportunidade!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s