BrELTers Pelo Mundo: Diego Rocha – Inglaterra

Brasileiro na terra da rainha? Claro que pode! Claro que tem!
O BrELTer Diego Rocha nos contou como começou a dar aula no Reino Unido, mais especificamente na Inglaterra.
Pegue aquele chá e venha ver como foi esse bate papo cheio de dicas.

Há quanto tempo você trabalha nesse local e quais suas funções?

Eu me mudei para Londres em fevereiro de 2017, mas eu só consegui um emprego como professor em abril de 2018, depois que eu fiz o Celta. Eu mandei currículo para diversas escolas antes de começar o Celta, mas eu só comecei a ser chamado para entrevistas depois que eu terminei o curso.

Você já trabalhou em outros locais fora do Brasil?

Eu fiz um programa de intercâmbio nos EUA e trabalhei para a Disney. Mas como professor de EFL, Londres é a minha primeira experiência for a do Brasil.

O que te levou a procurar emprego fora do país? Como você escolheu essa cidade, país e esse modo de trabalho?

A minha história é um pouco curiosa, porque desde que tirei o meu passaporte português em 2015, eu sempre tive vontade de me mudar pra Europa, mas faltava a coragem. Em janeiro de 2017 eu fiz uma viagem pra Portugal, que terminava com 3 dias em Londres. No primeiro ou segundo dia em que eu estava em Londres, eu conheci um parceiro em um aplicativo de online dating. Contei toda a minha história pra ele. Basicamente, eu estava infeliz com o meu trabalho no Rio, ainda morava com os meus pais prestes a completar 29 anos, buscava liberdade e precisava amadurecer. Ele então sugeriu que eu ficasse em Londres. Ele me explicou exatamente o que eu precisava fazer pra ficar legalmente na cidade (abrir um conta no banco, dar entrada em um documento similar a um CPF, etc), me levou num café onde uma amiga dele estava trabalhando, e onde havia uma vaga de emprego, e ofereceu dividir o quarto dele até eu conseguir um quarto pra mim. E eu aceitei! Foi a maior loucura que eu fiz na minha vida! Pedi demissão por email, fiz uma vídeo chamada com a minha mãe dizendo que eu não voltaria pro Rio e cancelei meu piquenique de aniversário, que aconteceria dali a três dias. O relacionamento com o parceiro do aplicativo de online dating durou pouco mais de duas semanas, mas eu sou imensamente grato por ter conhecido ele! Se eu não tivesse tomado aquela decisão, eu estaria vivendo a mesma vida de antes, ainda morando com os meus pais, me sentindo imaturo e com o mesmo emprego que não me motivava mais.

Gente, esse boy foi um achado! Quais os requisitos que você precisou cumprir para conseguir esse emprego, em termos de qualificações, certificações, experiência prévia, etc.?

Antes de começar a dar aula em Londres, eu já era professor de EFL há 10 anos, mas toda a minha experiência não serviu de nada. A única coisa que as escolas aqui levam em consideração é se você tem o Celta. Ensino superior também não é levado em consideração.

Quais foram os requisitos em termo de documentação?

Para mim foi muito fácil conseguir um emprego porque eu tenho cidadania portuguesa.

Diego sendo lindo

Como você ficou sabendo da vaga? Há algum site específico para saber de vagas deste tipo?

90% de todas as vagas para as quais eu fiz entrevista ano passado, eu achei no tefl.com. Eu também busquei escolas de idiomas no google e entrei em contato com várias delas. Alguns convites para entrevistas surgiram como resposta ao meu contato inicial com essas escolas.
Vale lembrar que durante o verão tem um boom de vagas em EFL teaching, mas a grande maioria são vagas temporárias. Muitas escolas têm summer school, quando milhares de alunos vêm pra Londres passar algumas semanas apenas estudando. Algumas dessas vagas eram pra apenas duas semanas de trabalho, por exemplo.

Tendo em vista o custo de vida, a remuneração é compatível, inferior ou superior ao que você recebia no Brasil?

É bastante difícil responder essa pergunta, porque o estilo de vida de Londres é totalmente diferente do Brasil. A grande parte das pessoas que moram na cidade dividem casa/apartamento. Eu dividia com 3 pessoas e agora, na minha segunda casa, divido com 6! O custo com transporte é muito mais barato e com alimentação também. Mas de uma forma geral, eu acredito que a remuneração seja compatível com o que eu recebia no Brasil.

Você sofreu algum preconceito por ser não nativo?

Eu trabalho numa escola onde muitos professores não são nativos. Desde que eu comecei a trabalhar pra essa escola, eu tive italianos, espanhóis, húngaros, moldavos, croatas, eslovenos e brasileiros como colegas de trabalho. Hoje em dia, mais ou menos a metade do corpo docente é nativa. Londres é a cidade mais cosmopolita do mundo, então existem oportunidades para todos, em qualquer área de trabalho. Eu acredito que o preconceito venha de nós mesmos, que não somos nativos. Alguns professores acabam por achar que não são tão capazes quanto os nativos, são inseguros ou acham que é totalmente impossível trabalhar como professor de EFL fora do Brasil ou num país onde o inglês já é a língua oficial. Em Londres não! Existem milhões de imigrantes aqui e essas pessoas buscam o aprendizado de inglês. Se você tem o CELTA, é um bom professor e pode trabalhar na Europa, as chances de conseguir um emprego em Londres são extremamente altas!

Como está sendo a experiência de trabalhar nesse país sendo brasileiro?

A experiência está sendo maravilhosa! Londres é uma cidade incrível, com todos os tipos de cultura! Além disso, a cidade é super bem localizada e chegar em praticamente qualquer capital da Europa ocidental leva pouco mais de uma hora de avião, ou às vezes, até menos! É uma cidade maravilhosa pra conhecer gente diferente, provar comidas exóticas ou aprender um novo idioma (e poder praticar, já que em torno de 300 idiomas são falados na cidade).

Você passou por alguma situação inusitada em sala de aula por não compartilhar a cultura/língua dos alunos?

Não que eu me lembre! Eu falo espanhol e um pouco de francês, então eu acabo recorrendo à tradução quando uma explicação não funciona de jeito nenhum. Alguns teóricos hoje em dia dizem que recorrer à tradução, principalmente para vocabulário abstrato, é uma boa técnica. Pensando melhor, eu acho que os hábitos de algumas nacionalidades são bastante diferentes das dos brasileiros. Por exemplo, assoar o nariz de forma indiscreta é absolutamente normal aqui. Diversas vezes, eu já tive que interromper uma frase ou explicação que eu estava dando para deixar o aluno assoar o nariz.

Qual conselho você daria a professores brasileiros que querem trabalhar aí em Londres?

É primordial que o professor tenha CELTA! Além disso, enquanto o Brexit não acontece efetivamente, qualquer pessoa que tenha um passaporte europeu pode trabalhar no Reino Unido. É necessário dar entrada num documento chamado Insurance Number e abrir uma conta em um banco.

Diego Rocha é formado em Administração e professor de EFL desde 2008. No Brasil, ele começou sua carreira no CCAA e trabalhou no Yes!, Fisk e Cultura Inglesa. Em 2017 ele se mudou para Londres, onde fez o CELTA na International House e começou a dar aulas. Aprender novos idiomas é seu hobby favorito! Atualmente, ele está estudando francês.
Advertisements

BrELT Chat sobre atividades de warm-up & wrap-up (25/04, 22:00)

🤜🏽🤛🏽 Nosso próximo BrELT chat será quinta dia 25.04 às 22:00h e o tema é atividades de Warm-up & Wrap-up.

.

.

😼 Sabe aquela atividade que você adora e que nunca falha com seus alunos? Aquela que você usa pra começar uma aula, uma sequência de aprendizado ou uma nova unidade? Ou aquela que você usa para testar conhecimento da matéria ou finalizar uma etapa da aula? Essas mesmo!

.

.

👨🏽‍🏫 Venha compartilhar e aprender com outros professores como você!

.

.

🙋🏽‍♀️Marque presença no evento https://www.facebook.com/events/447541796017293/?ti=ia para ser notificado.

💃🏾 Estamos esperando vocês!

BrELT Live – And what about Paulo Freire and other things…

Come join us for a chat! Sunday 14 April at 7pm!

.

💥 We’ll discuss the hot topics that’s have been generating a lot of controversy and engagement in our social media.

.

.

🍵 Don’t miss it! The T is about to be served hot!

.

.

🌪 open mic moment. Share your thoughts!

.

📸 Where?

Instagram Live (and Facebook stories)

.

.

☕️

What time? 19:00h.

.

.

⚠️Join us!

BrELT Calendar of Events – April ’19

Hello, everyone! April is full of interesting events! Special attention to the webinars! Elie Megan’s webinar, ‘Building Teacher Communities – Going Global with WhatsApp’, looks very interesting! There are also Braz-TESOL’s face-to-face events around Brazil! You can’t miss them! A lot of professional development events for FREE!